Container

Por uma sociedade mais opinativa

Climatempo

Redes Sociais

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Geral

Fepagro publica boletim sobre zoneamento climático de videiras

Publicado 30/03/2015

A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) publicou um boletim técnico sobre o zoneamento agroclimático das videiras europeia e americana no Rio Grande do Sul.

A obra utiliza dados agroclimáticos, como temperaturas média e mínima do ar, precipitação pluvial, número de dias de geada e balanço hídrico, para delimitar áreas com potencial para cultivo econômico das videiras europeia e americana no Estado, classificadas em Preferenciais 1 e 2.

Para a videira europeia, foram demarcadas duas grandes áreas de cultivo, nas regiões da Serra do Nordeste e Planalto Médio Superior e na Serra do Sudeste e Campanha. Já para a videira americana, as áreas delimitadas se estendem da Serra do Nordeste e Planalto Médio Superior até a Serra do Sudeste e Campanha, abrangendo uma parte do Planalto Inferior e da Depressão Central.

A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) publicou um boletim técnico sobre o zoneamento agroclimático das videiras europeia e americana no Rio Grande do Sul.

A obra utiliza dados agroclimáticos, como temperaturas média e mínima do ar, precipitação pluvial, número de dias de geada e balanço hídrico, para delimitar áreas com potencial para cultivo econômico das videiras europeia e americana no Estado, classificadas em Preferenciais 1 e 2.

Para a videira europeia, foram demarcadas duas grandes áreas de cultivo, nas regiões da Serra do Nordeste e Planalto Médio Superior e na Serra do Sudeste e Campanha. Já para a videira americana, as áreas delimitadas se estendem da Serra do Nordeste e Planalto Médio Superior até a Serra do Sudeste e Campanha, abrangendo uma parte do Planalto Inferior e da Depressão Central.

A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) publicou um boletim técnico sobre o zoneamento agroclimático das videiras europeia e americana no Rio Grande do Sul.

A obra utiliza dados agroclimáticos, como temperaturas média e mínima do ar, precipitação pluvial, número de dias de geada e balanço hídrico, para delimitar áreas com potencial para cultivo econômico das videiras europeia e americana no Estado, classificadas em Preferenciais 1 e 2.

Para a videira europeia, foram demarcadas duas grandes áreas de cultivo, nas regiões da Serra do Nordeste e Planalto Médio Superior e na Serra do Sudeste e Campanha. Já para a videira americana, as áreas delimitadas se estendem da Serra do Nordeste e Planalto Médio Superior até a Serra do Sudeste e Campanha, abrangendo uma parte do Planalto Inferior e da Depressão Central.

Leia mais sobre: Geral, Região

Fonte: Fepagro

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

Enquete

Você concorda com o fim do auxílio-reclusão e a criação de um benefício para as vitimas dos crimes

Resultado

Topo-978x300

Esquerda-230x400

Direita-1-184x274

Direita-2-184x360

Rodape-526x180