Container

Por uma sociedade mais opinativa

Climatempo

Redes Sociais

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Rio Grande

Conexão Atlântico Tradicional e o Complexo dos Povos de Matriz Africana

Publicado 16/08/2017

Estabelecer relações sociais e institucionais entre cidades coirmãs dos povos tradicionais de matriz africana. Este é um dos objetivos do “Conexão Atlântico Tradicional e o Complexo dos Povos de Matriz Africana”, que acontece nesta sexta-feira (18) em Rio Grande.

A ação é realizada pela Prefeitura do Rio Grande, Câmara Municipal, Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Cooperativa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (COOPTMA) e Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (FONSAPOTMA).

O evento tem como principal intuito oficializar, dentro do Calendário de Comemorações dos 280 anos de Fundação da Cidade do Rio Grande, o reconhecimento do Executivo Municipal quanto à participação dos povos tradicionais de matriz africana na construção do Município.

Entre os locais da programação do evento estão as Docas do Mercado Público de Rio Grande. Lugar simbólico, que serviu de porta de entrada a muitos escravizados que tiveram o RS como destino, em que se pretende realizar a assinatura da criação de um Grupo de Trabalho para a construção de políticas públicas para os descendentes dos povos de matriz africana em Rio Grande.

A formação de um Grupo de Trabalho Intersetorial, no âmbito do Executivo Municipal, composto por diferentes instituições e poderes, tem o objetivo de informar e quebrar estereótipos sobre os povos e comunidades tradicionais de matriz africana e orientar a implementação de programas e políticas pu?blicas, fomentando o debate em torno deste segmento da populaça?o brasileira.

O conceito de Povos Tradicionais de Matriz Africana, aqui posto, baseia-se na histórica luta de movimentos e lideranças tradicionais de matriz africana, subsidiado a partir de discussões feitas entre a sociedade civil e o poder público, ratificado pelo Ministério dos Direitos Humanos, através da Secretaria Especial de Politicas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e em conformidade com o disposto no Decreto Federal 6.040/2007, que instituiu o Plano de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana.

Estarão presentes na programação da ação representantes da Prefeitura de São Leopoldo, que busca articular o processo de oficialização das cidades coirmãs em parceria ao nosso Município.

Leia mais sobre: Rio Grande

Fonte: Assessoria de Comunicação/PMRG

Compartilhe

Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

Enquete

Você concorda com o fim do auxílio-reclusão e a criação de um benefício para as vitimas dos crimes

Resultado

Topo-978x300

Esquerda-230x400

Direita-1-184x274

Direita-2-184x360

Rodape-526x180